19 de mai de 2013 | By: @igorpensar

I Simpósio de Educação e Teologia



Domingo de Pentecostes [áudio]

De acordo com o calendário cristão, cinquenta dias após a Páscoa, celebra-se o Dia de Pentecostes.  Abaixo, encontra-se uma breve reflexão sobre o sentido desta data tão importante*.  Neste dia  cristãos rememoram a dádiva do Espírito Santo e a Igreja sendo impulsionada em missão pelo mundo.  Lembremos e busquemos uma vida cheia do Espírito Santo, que testifica a respeito de Cristo e nos capacita a testemunharmo o senhorio de Cristo por todo o mundo.

*O áudio é de uma gravação realizada em 2012.

Você pode ouvir esta ministração na íntegra abaixo ou baixá-la em MP3 e ouvir em seu mp3-player.







[aperte "play" para ouvir]

[baixar o arquivo mp3]


15 de mai de 2013 | By: @igorpensar
14 de mai de 2013 | By: @igorpensar

Manipulação Pseudo-Pastoral

Infelizmente, alguns púlpitos estão sendo tomados por impostores, lobos vorazes e tiranos.  Sujeitos inescrupulosos que transformam o púlpito em um instrumento de manipulação de massas.  Tais sujeitos ferem o Evangelho e a memória de nossos reformadores, que precisamente se opuseram a este tipo de uso vergonhoso do lugar donde Cristo deveria ser pregado.

O pastor Ed René Kivitz faz uma importante denúncia sobre o uso instrumental do púlpito e do discurso religioso.


13 de mai de 2013 | By: @igorpensar

Entrevista: mamãe Jú



Ontem foi dia das mães, então, em homenagem a estas mulheres virtuosas, fiz uma entrevista com uma mãe pela primeira vez, minha esposa Juliana Miguel.  Testemunho todos os dias sua dedicação e amor por nosso filho João.  Mais do que isto, ela dá conta de ser esposa e aguentar um chato como eu todos os dias, não é mole não rapaziada.  Longe de ser perfeito e idealizado, nosso casamento é como qualquer outro: cheio de contratempos, contas a pagar, nem sempre temos o tempo necessário para cada coisa, mas decidimos permanecer juntos, e ter Jesus como centro absoluto de nossa existência.  E nesta brincadeira, já estamos caminhando para nosso décimo ano de casados (8 de junho), com muita gratidão e evidências concretas que Cristo está conosco, cuidando milagrosamente de cada detalhe de nossa vida.

1. Pra você, o que significa ser mãe?
Ser mãe significa me abdicar de várias outras coisas, servir a alguém tão dependente e frágil, amar incondicionalmente e viver integralmente para o presente que Deus lhe deu.

2. Tem alguma coisa de sua mãe que serviu de inspiração pra você?
Sim. Renúncia dos próprios interesses para cuidar dos filhos, ter prazer em cozinhar.

3. Qual foi a maior novidade pra você na experiência de ser mãe?
Poder olhar para o meu filho e vê-lo como parte de mim e do meu amor Igor.

4.  Você é formada em fonoaudiologia.  Como tem sido a experiência de dedicar-se em tempo integral a um filho e não dividir este tempo com o trabalho formal? Você acha importante dedicar este tempo ao João? 
Acho muito  importante ter o tempo integral para poder me dedicar ao João, preparar sua comida, educá-lo,brincar com ele. Ás vezes sinto falta de me dedicar um tempo ao trabalho formal e também poder contribuir para as finanças do lar, porém preciso deste tempo que é único na minha vida e na vida do meu filho e assim cuidar eu mesma da herança que o Senhor me deu.

5. Qual tem sido a maior dificuldade nesta recente experiência maternal?
Não ter tempo de pensar e cuidar um pouco de mim e dos meus interesses, como ir ao cinema, restaurante, estudar para concursos, mas acredito que há tempo para tudo debaixo dos céus, e este tempo Deus reservou para eu simplesmente ser MÃE!

6. Você vê alguma relação entre "servir a Deus" e "ser mãe"?  Você encara isto como vocação?
Sim, certamente é uma vocação que Deus me confiou e tento fazer da melhor maneira possível.

7. Fale sobre coisas que você nunca percebeu na relação de sua mãe com você, que agora como mãe você percebeu.
Amar incondicionalmente, preocupações com o sono, alimentação, no cair e se machucar, em poder proporcionar uma boa educação e transmitir a fé em Jesus. 

Soli Deo Gloria