19 de mai de 2017 | By: @igorpensar

Outra Cidadania

Somos criaturas exiladas, sempre a procura de um mundo deixado para trás. Inquietos, nos esforçamos para criar realidades alternativas e paraísos artificiais. Projetamos expectativas messiânicas, abraçamos narrativas temporais e estamos em busca de alguém que nos lidere na construção de uma cidade refúgio por falta de um jardim.

Em tempos de instabilidade e incertezas políticas, temos que nos lembrar que auto-afeição é fundamento da "cidade dos homens", e que, aqueles que são peregrinos em suas ruas possuem uma missão. Nossa tarefa como cidadãos de outra realidade, gente cujo passaporte é da "civitas Dei", é convidar as pessoas a obter cidadania em um território reminiscente porém renovado.

Refiro-me a uma cidade-jardim que vem como dádiva, cidade dada, não construída, um santuário não feito por mãos humanas. Cristãos são arautos de uma realidade iminente, e conclamam a toda gente que se aproprie da chave que está nas mãos daquele que é a porta da Nova Jerusalém.

Abandone sua utopia e abrace a esperança!