7 de dez de 2010 | By: @igorpensar

Torah: citação de um pastor

Citação de um pastor reformado sobre a Lei:

"A graça não aboliu a lei nem dissolveu a criação. Mesmo após o princípio de nova criação em Cristo [...] Da mesma forma que a vida tem diversas cores, o cosmo criado tem diversas leis. Juntas, elas compõem a boa, perfeita e agradável vontade de Deus, a sua Torah, a sabedoria por meio da qual ele criou o mundo."*

Autor: Pr. Guilherme de Carvalho.


Fiquei muito emocionado quando li isto pela primeira vez. Na ocasião quebraram-se meus preconceitos a respeito de um cristianismo que separava lei e graça. Aí encontrei finalmente, uma tradição dentro da fé cristã histórica que havia superado a heresia marcionista, e a insistente separação entre um Deus que cria e também redime. Sem legalismo e sem libertinagem.

Louvado seja o Senhor Jesus Cristo: Salvador, Legislador e Criador.
___________
* No livro Fé Cristã e Cultura - Ed. Ultimato.

7 comentários:

Thaís Oliviera disse...

É profundo, simples e iluminador.
Professor, te sigo no twitter também.
Deus abençoe
Saudade

@igorpensar disse...

Olá Thaís,

Muito obrigado por seu comentário. Continuemos crescendo em graça e misericórdia.

Abraços,
Igor

@igorpensar disse...

Marcos,

Recebi seu comentário e pela primeira vez tomo a liberdade de não publicar um comentário. Não estou disposto a postar nenhum comentário a respeito de minha comunidade anterior. Minha posição, bem como do amado grupo de pessoas que comigo saíram de lá, está clara na retratação pública. Não quero ficar repetindo explicações.

Isto serve para outros visitantes, anônimos ou não, com a mesma pretensão.

Grato,
Igor

Anônimo disse...

Nós cristãos não podemos confundir as coisas: A Toráh foi dada para os hebreus! A Toráh dos cristãos e de todo aquele que crê no filho de DEUS é o próprio JESUS!

Abraços

@igorpensar disse...

Olá anônimo,


Será que cristãos, como os reformadores, pensavam assim? Veja o que disse João Calvino a respeito neste endereço: http://pensarigor.blogspot.com/2009/11/calvino-e-lei.html

Saudações!

Anônimo disse...

Calvino foi uma marco para a teologia, isto é fato. Mas não podemos confundir os textos (interpretações) de Calvino com o texto bíblico. Canônico só o texto Bíblico. Colocar os textos de Calvino em pé de igualdade com a Bíblia não me parece ser o caminho correto.

Com relação a Lei (Toráh 613 mand.) está claro que ela foi dada aos hebreus. Ou seja, faz parte da aliança sinaítica. Já nós cristãos fazemos parte de uma nova aliança, no ungido Jesus de Nazaré. Tanto que encontramos muitas expressões de Jesus como nossa lei, o centro de tudo, ou seja, o caminho, a verdade e a vida. Veja bem, não encontramos no NT dizendo que o caminhos dos cristãos é a lei, mas JESUS.

Qualquer maneira respeito sua opnião.

Abraços fraternos

@igorpensar disse...

Sem dúvida, Jesus é o centro e assevero isso frequentemente por aqui. Mas, não podemos nos esquecer que a Nova Aliança, não tira a lei dos santos, ao contrário, a coloca em uma relação nova. O que é a Nova Aliança? Basta ler Jr 31:31 em diante.

Quanto a Calvino, prezado anônimo, não subestime minha ignorância, claro que ele não suplanta a Bíblia, não obstante, proponho que a leitura dele dos textos bíblicos citados (Mt 5:17) e outros, são coerentes com as Escrituras em si.

Saudações,
Igor