9 de mar de 2011 | By: @igorpensar

Sacerdote Justificador (áudio)

Palestra que ministrei sobre justificação e o sacerdócio de Jesus Cristo. Ministrado no retiro da Igreja Metodista de Uberlândia - MG. O áudio é de excelente qualidade, tirem o máximo proveito.

Jesus Cristo recebeu toda indignação divina, que é inerente a sua reta justiça, para que o amor de Deus o Pai chegasse a nós. O evangelho da paz, envolve o anúncio do shalom de Deus, o fim de sua indignação, por meio de seu Filho. O castigo que nos traz a paz (shalom) estava sobre Ele e por suas feridas, nós fomos sarados.



Clique no player abaixo ou clique aqui para baixar o arquivo mp3.

19 comentários:

Bruno disse...

Eu estive lá (o cara do teclado)... palavra realmente excelente, alem de simples é reveladora. D'us o abençoe Igor

@igorpensar disse...

Uma correção na pregação. O livro "A Ortodoxia" do Chesterton foi publicado em 1908 ao invés de 1808. Acontece... :-D

@igorpensar disse...

Olá Bruno,

Bom vê-lo por aqui. Volte sempre aqui no blog.

Igor

Manoel Ronaldo disse...

Igor, graça e paz!

Pude participar de todas as suas reflexões no retiro aqui em Uberlândia. Posso dizer que fui muito edificado em cada uma delas.

Deus continue usando a sua vida!

Manoel Ronaldo

Rodrigo Rosa disse...

Nem vou comentar pq sou suspeito, hehe.

Mas como conversamos é um tema que deve ser visitado sempre para que nunca esqueçamos (eu mesmo escutei ontem no trabalho).

Tijs en Kelly disse...

Pois é, eu ia fazer exatamente esse comentário a respeito do Chesterton. Mas muito boa a palavra Igor!

Sérgio Roberto disse...

Igor.

Estive no acampamento. Eu e minha esposa fomos muito edificados. Muito profunda sua palavra e simples ao mesmo tempo. Deus continue te usando para a glória Dele.

Sérgio Roberto

Sérgio Roberto disse...

Igor, paz do Senhor Jesus.

Estive no acampamento e fomos muito edificados com sua palavra (eu e minha esposa). Deus continue te usando para honra e louvor dEle.

Sérgio Roberto
@srsroberto

Letang disse...

A Graça e a Paz Varão valoroso.
Um sábio uma vez disse que devemos de tempos em tempos visitar a casa de um homem rico, para vermos que temos ainda muito a alcançar, e de tempos em tempos visitar a casa de um homem pobre, para vermos como somos ricos da graça de Deus. Nestes dias de retiro você me levou a casa de um homem muito rico.
obrigado pela sua vida. fui muito edificado
Rev Pedro Magalhães seu servo

Jefferson CEBNA disse...

Igor, eu fico impressionado como você
consegue,com tamanha simplicidade, abortar temas tão relevantes...
Assumir que se não fora a substituição e justificação do nosso Senhor Jesus Cristo, jamais teríamos acesso ao Pai e o sacerdote não sairia vivo...nem nós!!!
"Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, 1 Tessalonicenses 5:9"

Vítor Carvalho Ferolla disse...

é... eu falei isso na hora pro Daniel d. Liver. Q vc tinha errado por 1 século hehe



acontece.



abração,
fique na graça!

Marlon Marcos C.S disse...

Igor realmente edificante, vou divulgar esse link tudo bem? abraço e Deus lhe conceda cada dia mais e mais de sua Graça.

Gustavo H. Santos disse...

Olá Igor!

Estou engatinhando no Hebraico. (Ainda estou na fase de me alegrar ao pronunciar corretamente as palavras e encontrar rapidamente alguma expressão nos dicionários rs)

Fiquei com uma dúvida... você diz que צדק (justiça) significa "estar na posição correta". Por conhecer seu curriculo, me atrevo a perguntar: como posso compreender uma expressão hebraica além do significado do dicionário?

De vez em quando vejo que é feito um "contorcionismo" para justificar algumas coisas (não é seu caso)rs

Abração!

@igorpensar disse...

Gustavo,

Excelente pergunta. Sobre os abusos no uso das línguas originais, vale a pena ler o livro de D.A. Carson, "Os perigos da interpretação bíblica." Toca muito neste assunto exegético.

Bem, quanto a definição, neste caso é relativamente simples. O que os dicionários fazem, uma pessoa com uma boa concordância hebraica (software) pode fazer. Basta consultar as principais ocorrências do termo e analisar o contexto. Outro recurso, é valer-se de línguas parentes (árabe, aramaico etc). Daí é possível delimitar uma definição apropriada. Por isso, adotamos bons dicionários, os melhores nesta reconstituição etimológica. Eu pessoalmente, uso alguns que são excelentes, dentre eles o "Gensenius Hebrew Chaldee Lexicon of the Old Testament" e o Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento.

No caso de צדק há ocorrências bíblica associando o termo à posição "correta" de uma balança, a vinda da chuva no tempo "correto" e claro, ligado a ideia de "retidão" que é exatamente isto.

Espero ter ajudado!

Muito obrigado pela pergunta!

Abraços,
Igor

Rodrigo Rocha disse...

Igor eu tinha salvado este audio já a algum tempo; mas aprouve a Deus eu escutá-lo neste fim de semana.
Cara, posso dizer q "converti" novamente. rsrssr
este é o avivamento! estamos querendo tocar chofar (nao sei se escreve assim) dentro de congregações ou até reconstruir tabernaculos; mas a verdadeira restauração vem dessa msg: justificação! gde abço

@igorpensar disse...

Obrigado Rodrigo,

A doutrina da justificação deve ser frequentemente (re)pregada. Nos esquecemos que a justiça que nos foi imputada foi um dos atos mais incríveis do amor de Deus. É por causa desta justificação, que somos agora movidos em gratidão. Eis o evangelho da paz!

Rodrigo Rocha disse...

Igor
vi agora no Face um amigo meu. Disse q está fazendo uma "jornada de 10 dias de arrependimento", "afim de que se perceba uma realidade de justiça e retidao". Como fica o arrependimento em relação a justificação? o arrependimento tem que ser em relação a "um caminho" errado ou temos que ter arrependimento todas as vezes que pecarmos? Se Cristo no salva de uma vez por todas, como funciona o arrependimento?
obrigado pelo retorno;

Maestro disse...

não sei como achei seu blog, mas esta sendo de muito proveito..que Deus continue te abençoando mais e mais....Primo Maestro

@igorpensar disse...

Primo Maestro,

És sempre bem-vindo.