29 de set de 2012 | By: @igorpensar

Semana do Cristianismo ABU na UFMG

A Aliança Bíblica Universitária de Belo Horizonte (ABU-BH), mais uma vez, organiza a Semana do  Cristianismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).   

O tema deste ano será "Fé que Pensa, Razão que Crê".  Diversas palestras que abordam a relevância da fé cristã no espaço universitário serão tratados.  

A entrada é franca e o evento acontece entre os dias 1-5 de outubro/12 em diversos espaços da UFMG.  Para acessar a programação clique no cartaz logo abaixo.

No dia 5/10 (sexta-feira), às 11 horas, participaremos do evento abordando o tema "Por uma inteligência cristã" na sala 3036 no prédio da FAFICH

Divulgue o evento!




25 de set de 2012 | By: @igorpensar

John Piper - Ele te acordou!

Se Ele não me acordasse, eu não acordaria sozinho. Se Deus não me tirasse do grande sono do pecado, eu jamais despertaria.  Sim, Ele nos chamou, como Lázaro do sepulcro.  Sem o chamado, jamais iríamos a ele.  Se fossemos entregues a nosso "livre arbítrio", permaneceríamos dormindo em um profundo sono iníquo, como a maioria permanece.  Mas, ele foi misericordioso e acordou pecadores sonolentos.

23 de set de 2012 | By: @igorpensar

Frases para Pensar...

Ao longo do meu dia, elaboro algumas frases que servem para organizar a forma como penso e me relaciono com o mundo, as pessoas e os fenômenos culturais que me cercam.  Estas frases emergem como sínteses  de conceitos relativamente complexos.  São resultado de uma visão de mundo específica.

Uma das formas de compartilhar tais "sínteses" é "twittando-as" (existe o verbo "twittar"?).  Enfim, selecionei algumas que considero importantes, tentarei fazer isto em posts futuros:

Ceticismo sóbrio não é aquele que desconfia da existência de Deus, mas das pretensões da ciência e da racionalidade. #ceticismo #filosofia

Um bom pastor não é o que idealizamos, mas exatamente aquele que é como nós, talvez um pouco mais experiente na arte do arrependimento.

Cristo não me libertou só do pecado, ele também me libertou da alienação. #conversão

Não queremos uma fé que nos torne ricos, mas que nos una a nosso maior tesouro: Jesus Cristo. #derrubemosídolos

Dê alma para as redes sociais! Não deixe que se tornem em artefatos para trocas narcísicas efêmeras. #redessociais

O esforço pelo sucesso, mesmo ilusório, move grandes interesses neste mundo. O que é ser bem sucedido de verdade? Negar a si mesmo.

Quando um cristão ama o pobre, a glória é de Cristo, não de Marx. A glória é do Criador, não do proletariado. #missão #ideologia

O bom da comunidade é que ela cobra sua presença. O problema da sociedade é que ela não sente sua falta. #comunidade

O mundo precisa de machos. Principalmente aqueles com força suficiente para amar.

Nacionalismo estatal ou soberania individual? O que é mais perverso? Ou ambos são nomes diferentes para Babel?

Calma, aguente firme, um ser humano vive em média apenas 80 anos. Em breve estarás em um mundo de graça indizível. #esperança

Só pra lembrar que o inferno não é o lugar onde o Diabo atormenta, mas o lugar onde ele será atormentado (Mt 25:41; Ap 12:9).

Uma economia cristã deveria começar com com o princípio da generosidade e não com o acúmulo ou aquisição de bens. #carismacomunitario

Idolatria é quando se atribui um papel absoluto ao que é absolutamente relativo. #dinheiro #sexo #prazer #bebida #poder #sucesso #idolatria

A fé cristã protestante acima de tudo é CRISTÃ. Seu protesto é pela centralidade de Cristo. Logo, o essencial é Cristo e não o protesto.

Não tenho problemas com a limitação do orador, mas a omissão do pregador. #evangelhonospulpitos

Pregador que fala de tudo menos do Evangelho é igual palha de aço em antena de TV. Não é pra isto que ela serve.

Acompanhe em tempo real tais sínteses em nosso twitter.

Pondé fala sobre felicidade

Fiz uma breve consideração - não diria crítica - a respeito de minhas impressões de algumas ideias do filósofo Luiz Felipe Pondé principalmente a partir de seu livro "Guia Politicamente Incorreto da Filosofia".

O vídeo abaixo apresenta uma exposição que me impressionou muito e realmente indico para todos.  Pondé trata o tema "A Tirania da Felicidade", em específico alguns projetos de "felicidade" pautada no discurso do indivíduo bem sucedido, bonito, feliz e próspero.  Mostra as raízes da cultura da "auto-estima" a partir de um breve panorama histórico da filosofia.

22 de set de 2012 | By: @igorpensar

João Miguel (notícias)


Amigos e irmãos,

Este post é apenas para comunicar nossa imensa alegria e gratidão a Deus pela chegada de nosso querido filho João, ou como chamamos, "litle John".  Nossos corações encheram-se de alegria ao testemunharmos tamanha graça e generosidade do nosso Deus, que por meio de Cristo, derrama bençãos incontáveis sobre homens ainda pecadores.  Justamente por isso, é amor incondicional, amor que experimentaremos na proporção de nossos papéis de pais.

Toda gravidez da Jú foi muito tranquila, todos os exames apontavam para o parto normal, e foi exatamente o que aconteceu.  A Juliana está muito feliz, se sentindo mamãe, e desfrutando do pequeno João.  Eu, pois é, passei a noite toda acordada, ninando o João, que acordou várias vezes, com espasmos, mantendo o costume de se mexer na madrugada (como fazia na vida intrauterina).   Nossas noites prometem!

No mais, agradecemos todos os cumprimentos de felicitações já enviadas.  E todos os que apoiaram, das mais diversas formas, a vinda de nosso primogênito.

Perfil:
Nome: João de Oliveira Miguel
Nascimento: 19/09/2012
Horário: 18:18 h
Peso: 3,220 Kg
Altura: 47 cm
Fé: Cristã

Graças sejam dadas a Deus, em Jesus Cristo, nosso Senhor!

Igor Miguel, Juliana Miguel e João Miguel








16 de set de 2012 | By: @igorpensar
15 de set de 2012 | By: @igorpensar

Francis Schaeffer e L'Abri

Francis Schaeffer (1912-1984) foi um teólogo evangélico americano responsável pela defesa da fé cristã em um mundo crescentemente secularizado.  Seu legado é reconhecido por cristãos do mundo inteiro.  Foi responsável por um ministério de reflexão, hospitalidade e estudo bíblico muito importante, conhecido como L'Abri.

Francis Schaeffer e L'Abri tiveram um papel muito importante  na vida de vários líderes e ministérios cristãos de grande credibilidade e respeito no mundo.  Instituições como JOCUM, A ROCHA e Food for the Hungry são algumas delas.

L'Abri e Francis Schaeffer tiveram um impacto significativo sobre minha espiritualidade e visão do cristianismo.  Por causa deste ministério, fui conectado ao conceito de senhorio de Cristo sobre todos os aspectos da vida, e também, fui apresentado à longa e robusta tradição cristã.  Encontrei um cristianismo profundo, e ao mesmo tempo, despretensioso. Encontrei uma espiritualidade cristocêntrica, culturalmente integrada, sem deixar-se desintegrar, e principalmente, encontrei hospitalidade.

O L'Abri se encontra no Brasil desde 2008 sob liderança do Pr. Guilherme de Carvalho e equipe, e está aberto a todos os que estão em busca de uma espiritualidade cristã integral, bela e grata. Acima de tudo, cristocêntrica.  Se você precisa recobrar as forças e se conectar com pessoas que estão em busca de plenitude em Cristo, ou minimamente, quer saber mais sobre Jesus e o cristianismo, eis o lugar.

Deixo-vos um vídeo com trechos legendados de uma palestra de Francis Schaeffer tratando questões que até hoje são atuais:




13 de set de 2012 | By: @igorpensar

Fórmula Batismal

Tertuliano (160-220 d.C.), um dos mais notáveis teólogos pré-nicenos, preservou a estrutura confessional realizada por cristãos aos pés do batismo:
"No momento em que entramos na água [do batismo] -- mas também um pouco antes, na presença da congregação, e sob a direção do presidente -- confessamos solenemente que renunciamos ao Diabo, à sua pompa e aos seus anjos. Depois disso, somos imersos três vezes, e proferimos então um compromisso um pouco mais extenso do que aquele apontado pelo Senhor no evangelho" (A coroa 3).
A pergunta é: que "compromisso extenso" é este citado por Tertuliano?  A resposta está em Hipólito (220 d.c.) em sua obra "Tradição Apostólica":

"No momento em que o candidato [ao batismo] entrar na água, aquele que o batizará imporá sobre ele as mãos dizendo: 'crês em Deus Pai todo-poderoso?' E o batizado dirá: 'Creio'. Será ele então batizado imediatamente com imposição de mãos sobre a cabeça. Depois disso, deverá responder as seguintes perguntas: 'Crês no Messias, Jesus, Filho de Deus?' [...] Crês no Espírito Santo? (Tradição Apostólica 21:9-18).

O mais incrível é que a pessoa era imersa em cada trecho em que era citado uma pessoa da Trindade e o convertido respondia dizendo "creio!".  Conclui-se assim, que a Igreja atrelou à ideia de "ser batizado em nome do Pai, Filho e Espírito Santo" (Mt 28:19), como uma "narrativa confessada", como preservada no "Credo Apostólico".  Logo, ser batizando em nome da Trindade, significa ser batizado em nome daquele que se revelou e salvou trinitariamente.  O batismo assim, atrela-se à história da salvação.
12 de set de 2012 | By: @igorpensar

Celebrando festas pagãs?

Curtissíma por Jason Hoood

Jason  é graduado pela Rhodes College, Seminário Teológico Reformado, Highland Theological College e a  Univ. of Aberdeen. Jason trabalha como acadêmico residente e diretor do Christ College Residency Program no Christ UMC. PhD em Novo Testamento.
Certamente, Deus pode fazer as coisas ex nihilo [do nada], mas ele também pode trabalhar com os materiais encontrados próximos, por assim dizer.  Moisés não é a origem exclusiva de práticas como circuncisão, sacrifícios e adoração em um templo.  Por muitos séculos antes de Deus chamar Abraão, povos pagãos já marcavam e celebravam festas de colheita (Pentecostes), luas novas, grandes vitórias (como Purim em Ester).  Logo...


11 de set de 2012 | By: @igorpensar
9 de set de 2012 | By: @igorpensar

Os Problemas da Vida Cristã [áudio]

Prezados leitores,

O Pr. Guilherme de Carvalho ministra uma série muito sóbria a respeito dos problemas que o cristão encara ao longo de sua caminhada com Jesus.  Realmente, os temas tratados tocam em questões espirituais profundas que afetam diretamente nosso relacionamento com Deus, com a vida e a comunidade onde estamos inseridos.   A série está disponível no site de nossa comunidade "Igreja Esperança" e pode facilmente ser acessada no endereço abaixo.

Os temas tratados são:



Toda série: http://www.igrejaesperanca.org.br/preachit/series/16.html


Em Cristo,
Igor
6 de set de 2012 | By: @igorpensar

Fé Viril e Corajosa

  Por Igor Miguel

No mínimo, eu seria redundante em lembrar como nossa vida moderna é cansativa. Desperdício de palavras. A aflição, cansaço e angústia estão aí, na dureza de nossa presença no mundo. Sem mencionar, a intolerância generalizada, a brutalidade e os egos derramados atrás de suas máquinas de deslocar, vulgo automóveis. Testemunho de uma selvageria desvairada, uma perda de humanidade, um exoesqueleto metálico sem coração, me apavora as máquinas, e não me refiro aquelas com motor, mas aqueles sem epiderme.

Me cansa esta conversa de que os homens são bons, especialmente pobres, índios e minorias. Me cansa esta ingenuidade e este mascaramento da desvirtude.  Acredito em verdade universal, e se tem uma verdade que não é relativa, não é que os homens sejam em essência iguais em suas virtudes, mas iguais em sua depravação e corrupção moral. Basta colocá-los no poder, diante de um artefato que lhes dá relativa liberdade, e pronto, verás a face mais sombria destes “anjos” caídos.

Índios não vivem em harmonia com a natureza por amá-la, mas por temê-la, se tivessem instrumentos para devastá-la e dominá-la o teriam feito. Como alguns o fazem em garimpos, na pecuária e no desmatamento predatório. Índios, pobres, negros, brancos, burgueses, judeus e gentios, estão todos sob o Pecado.  E uso com “p” maiúsculo intencionalmente. Não estou disposto a negociar sua vergonha e a minha.
 “Então, Pilatos o advertiu: Não me respondes? Não sabes que tenho autoridade para te soltar e autoridade para te crucificar? Respondeu Jesus: Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não te fosse dada; por isso, quem me entregou a ti maior pecado tem.” (Jo 19:10-11)
Só não praticamos o genocídio e não apertamos o botão vermelho e destruímos cidades com alguns megatons, porque não temos poder para isto. Porque Deus – digo explicitamente – aquele que governa sobre o caos, não nos deu atribuições para levar nossos desejos secretos até às últimas consequências.  Esporadicamente, ele entrega alguns homens a sua própria vontade depravada, para revelar a nós todos o que somos de verdade.

O crime hediondo nos atormenta. Não conseguimos suportar a “não-humanidade”, o “não-gente”.  Não damos conta da exposição de nossa maldade, mesmo que ela se manifeste no “outro”.  Sentimos calafrios e nojo só de pensar que se alguma coisa nos soltar, se dermos um salto para além das coerções, nos tornaremos sociopatas. No final, todos vivemos algum tipo de anomalia, mesmo nas instâncias que a publicidade não alcança.

O cristianismo é uma religião viril e corajosa, pois não vem com o papo de que o homem é bom e tem recursos em si mesmo para se “auto-justificar”, nem mesmo o povo escolhido, os judeus, escapam de sua denúncia. Todos, indistintamente, estão sob a sem-vergonhice generalizada, logo precisam, carecem urgentemente que a mão de amor se dirija a eles, que os salve.

Minha dificuldade com uma filosofia pessimista é que polariza o problema, tirando-o do terreno da utopia messianista, lançando-o ao cinismo, sem o escrúpulo de lidar com a presença da beleza e a esperança. A narrativa cristã é realista e desconfiada a respeito dos potenciais humanos, ela diz descaradamente: ele não dá conta. Por outro lado, anuncia repetidamente, em tom homilético: venham leprosos, doentes e pecadores, e abracem o sacrifício. Reconheçam nas mãos perfuradas e na coroa de vergonha, a vitalidade e a certeza de uma vida saturada de amor.

O cristianismo é basicamente uma denúncia e um anúncio. A denúncia é a respeito do que há de menos humano: o pecado, a maldade. O anúncio é a respeito do o que há de mais humano: Cristo, o segundo Adão.
“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.” (Mt 11:28-29).
4 de set de 2012 | By: @igorpensar

Deus não pode ser contido

Rev. Davi Charles Gomes da Igreja Presbiteriana Paulistana brinda-nos com um excelente sermão sobre a grandeza de um Deus que tudo contém e não pode ser contido.

3 de set de 2012 | By: @igorpensar

Igor, Ju e João

A talentosa fotógrafa Kelly van den Brink nos brindou com
o registro deste momento sagrado e de muita gratidão a Deus 
que é a geração de nosso esperado filho: João Miguel.



1 de set de 2012 | By: @igorpensar

Novo Estatuto do UMJC [denúncia]

Para quem não sabe, a Union of Messianic Jewish Congregations (União de Congregações Judaico-Messiânicas) internacional refez seu "estatuto de fé", melhorando e muito, afirmações que já eram explícitas no formato anterior, explicitando principalmente seus vínculos com a ortodoxia cristã.

O judaísmo-messiânico que chamo "kosher" é aquele composto por judeus de fato e autenticamente judeus que reconhecem em Jesus o Messias e Senhor, pleno de sua divindade, e efetivamente fonte donde procede toda salvação.  O que não pode ser confundido com movimentos compostos por gentios que se afirmam serem judeus por puro fascínio pela tradição judaica e o povo de Israel.

O problema é que existem congregações ligadas ao UMJC no Brasil que não concordariam com as afirmações da organização que supostamente as preside, como se observa abaixo.   Principalmente, depois do novo "ajuste", onde explicitamente, se reconhece o valor da Trindade e da Tradição Teológica do Cristianismo.

Quem quiser acessar a versão original clique aqui.

Alguns trechos importantes que traduzimos:

"Há apenas um Deus que se revelou como Pai, Filho e Espírito Santo. Toda ação divina no mundo é alcançada pelo Pai, realizada através do Filho e no poder do Espírito. Este Deus se revelou na criação e na história de Israel como transmitido na Escritura." (Gn 1:1; I Co 8:6; Ef 4:4-6).
[...]
"A tradição judaica serve como ligação viva que nos conecta como judeus contemporâneos a nosso passado bíblico e prove recursos necessários para o desenvolvimento de um estilo de vida e pensamento judaico-messiânicos. Não obstante, a tradição teológica cristã oferece ricas percepções na revelação do Messias e sua vontade, e judeus-messiânicos precisam recorrer a esta riqueza (Ts 2:15; Rm 13:7; Jd 3)."
Em outras palavras, qualquer comunidade que se diga filiada ao UMJC no Brasil que não crê na Trindade nos termos aí descritos e ainda critica e rejeita a "tradição teológica cristã" simplesmente rebela-se contra aqueles a quem se dizem filiados.  A propósito, ao menos duas comunidades ligas ao UMJC no Brasil, não são trinitárias e tão pouco se posicionaram publicamente a respeito de qualquer favorecimento à tradição cristã.  O que tenho visto e vi por alguns anos, foi exatamente o contrário, como postei em artigo recente por aqui, onde destaco a alegação de alguns ligados ao movimento, que se colocam claramente contra a Trindade.  Logo, assevero, deve-se deixar claro que tais comunidades se aproximam muito mais de um formato restauracionista do que de um judaísmo-messiânico "kosher" que o UMJC se esforça em edificar.