5 de ago de 2010 | By: @igorpensar

Espiritualidade Integral (II)

Este é o segundo podcast da série de curtas reflexões [12 min] sobre "Espiritualidade Integral". Espero que gostem e comentem.








19 comentários:

@igorpensar disse...

Peço desculpas, por alguns "estouros" de áudio e algumas variações no volume. Estamos trabalhando para melhorar a qualidade do arquivos.

victor disse...

Muito bom. Isso o que você falou me faz lembrar o segundo acampamento que você foi da Manancial. Eu estava passando por época bem caótica com relação a tudo; minha fé inclusive. Eu lembro que em um dos dias você pregou sobre adorar a Deus em tudo. Desde o acordar, tomar café da manhã, ir ao banheiro, estudar, trabalhar, ler o jornal etc. Isso fez tanto sentido para mim. Muitas vezes nós nos deixamos ser tomados por um cientificismo repugnante, e tentamos achar em pensamentos, filosofias, química, física, em suma, toda a ciência sinais de que Deus existe. Mas se parássemos e observássemos a árvore que está em nossa frente, nós encontraríamos sinais de Deus. Não falo de panteísmo. Mas como algo tão complexo como um organismo pode existir se não for pela existência de um Deus? Dizem ser absurda a ideia a ideia do homem ter sido criado. Mas também não seria, ou talvez até mais, absurdo crer que o ser humano, em toda sua complexidade, ter vindo de uma ameba? Até no darwinismo, com o qual eu não concordo, não faz o mínimo sentido se não houver a existência de Deus. Afinal, o que motivaria a evolução? Células super-inteligentes? hehe
É isso aí! Abraçããão!

ps: que lindo! eu fui citado no poadcast \o/ hahaha

Rodrigo Rosa disse...

Igor, agora que você a citou, eu não vou "aguentar" mais a minha esposa Daniella. rsrs :)

Brincadeira à parte, muito boa a colocação sobre o amar a Deus com o coração, alma e forças. É impossível amar a Deus, soberano, sem submeter todos os aspectos de nossa vida a ele. E o que acho interessante é a ordem entre as formas de amar. Quando nos achegamos a Deus é primeiro pelo coração é pelo desejo colocado em nós pelo Espírito e a partir daí pela alma como a afirmação da nossa identidade e, finalizando, todas as nossas ações (forças) refletindo esse amor. E chegando então a um, creio eu, amor de uma forma integral para com o nosso Deus.

Quanto a esse texto de Dt 6:5 amor tenho uma dúvida, Jesus em Mateus 22:37 faz, creio eu, a citação do texto de Deuteronômio dizendo "Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento (ou entendimento em outras versões)". Gostaria de saber se esse entendimento seria ligado à força descrita no texto antigo ou se isso seria uma interpretação mais completa por parte de Jesus ou até mesmo falha de tradução.

Pre terminar, venho refletindo ultimamente sobre o amor de Deus para conosco lendo 1 João Cap. 4. Principalmente no que diz respeito ao verso 18 onde diz "No amor não há temor..." (ou medo em outras traduções). Tenho algumas reflexões anotadas sobre sobre isso. Você se importaria se eu as mandasse para você para uma possível discussão?

Shalom!

Rodrigo e Dani

Daniel Ben Iossef disse...

Shalom, Igor!

Muito bom o podcast.... lembrei-me de sua excelente pregação a respeito disso no tema "Yeshua e o monoteísmo", que eu tenho aqui em casa.

Realmente, algo que tem me chamado a atenção já há algum tempo é o fato de experimentar a espiritualidade em esferas "não eclesisásticas", comumente aceitas por todos.

Como já foi bem comentado, é oferecer a Deus a gratidão por um bom chimarrão, por exemplo. Afinal de contas, só é grato aquele que tem intimidade com Ele, e o percebe no "ordinário" da vida...

Esperamos o próximo podcast, e não esqueça de mandar um abraço aqui pro sul!

Até!

Daniel

@igorpensar disse...

Valeu Victor!

Pois é. Quando o evangelho entra em nossa vida. Quando assumimos as consequências da ressurreição. O mundo se enche de sentido. Eu citei em L'Abri uma citação de Martin Buber: "Não é você que vê a flor, mas ela que se exibe pra você." Não no sentido panteísta, mas no sentido, que uma flor está tão carregada de intencionalidade do Criador, que é possível quase "lê-la" como uma carta dirigida a nos pela caligrafia de Deus.

@igorpensar disse...

Rodrigo!

Pode deixar, no próximo podcast farei menção a seu nome, he he he! Estaremos aí amanhã e será um prazer conviver com vcs pessoalmente, sem os entraves da virtualidade.

Soli Deo Gloria!
Kol HaKavod LaShem!

@igorpensar disse...

Daniel,

To contigo mano. Com a cuia na mão e Jesus no coração...

Abraços!

Paulo Dib disse...

Igor,parabéns pelo podcast.

Espiritualidade integral, esse sempre foi o plano original de Deus para o homem.

Infelizmente, ainda hj são poucos q compreendem essa verdade. A imensa maioria ainda setoriza áreas de suas vidas entre secular e sagrado, como por exemplo o trabalho, considerado totalmente secular. O que muitos não entendem é que foi o próprio Deus quem criou o trabalho, está lá em Gênesis.

Só quando conseguimos nos libertar da religiosidade é que conseguimos viver essa integralidade.

Tudo o que Deus tem para o homem é integral, pois Ele é um Deus integral, pleno.

Até mesmo a prosperidade de Deus para o homem é integral. Muitas igrejas e cristãos têm limitado a prosperidade à finanças, algo, a meu ver, totalmente simplista e interesseiro.

A prosperidade real, que está sujeita à espiritualidade integral, deve ser gozada no espírito, na alma, no corpo, no casamento, na família, no trabalho, nos estudos, nos relacionamentos, enfim, em tudo, para que tudo glorifique ao Pai.Não para que fiquemos milionários, mas para que sempre nos lembremos de onde procedem todas as coisas, a quem pertencem todas as coisas, e sempre nos alegremos por sua infinita bondade.

A religiosidade tem cegado a muitos e limitado a possibilidade de viver uma vida plena, integral, tendo comunhão com Deus nas coisas ordinárias, como apreciar um pãozinho quentinho com manteiga.

Graças eu dou ao Espírito Santo que tem aberto os meus olhos gradualmente, desde o ano passado, para essa realidade.

Oremos para que a Igreja também possa ser livre para viver sua espiritualidade integral.

Abraços.

INSTITUTO ABBA disse...

Primeiro, obrigada pela lembrança do meu nome. É sempre um prazer ouvir você.
De uns tempos prá cá Dt 6:4-9 tem feito parte das nossas discussões, conversas, aulas e ministrações. Sentimos a necessidade de compartilhar que todo o nosso ser, em toda a sua extensão, espírito, alma e corpo; nosso ser na íntegra ame ao Senhor. Você nos ensinou a olhar para a lua, num momento em estávamos preocupados demais em aprender "da Palavra" para "pregar o evangelho". Lembra da Taís restaurando o tomar o café da manhã com o marido dela? Simples, muito simples. Estamos caminhando nesta direção.
Um grande abraço não só meu, mas da turminha toda....

Rejinaldo disse...

Muito bom comer "comida saudável"! A Palavra de Deus é que nos alimenta, por isso, estamos nos deleitando com o que Deus está proferindo aos nossos corações nestes dias (dias de densas trevas) por meio deste post.
Mas vem surgindo a Gloria do SENHOR! Uma pequena nuvem começa a se formar.
Um grande abraço a todos!

Rejinaldo

Anônimo disse...

Shalom Uvrahot, amado irmao Igor. È com alegria que venho desejar a vc e ao seu ministerio, muito sucesso, no Messias de Israel de da Igreja tambem. Fique triste pelo acontecido, mas nao quero tomar partido de nenhum lado, ao ser que o Eterno vos abençoem e alargue vossa fronteira. Saudaçoes de pr. Alexandre de Jesus do Rio Branco. Conte com minhas oraçoes e carinho, sempre a vc e sua casa e o seu ministerio e tambem a Har Tzion. Shalom e fico na espectativa de tudo é para cooperar com o Reino de D-us. bjus

Dan disse...

SENTIDO, manoolo! aí que tá a palavra! =D
Hoje na fila do cachorro quente depois de ouvirmos seu podcast o papo foi sobre a centralidade de Cristo! Continua postando pelo amor de Deus! HAHAHAHAHA
Grande abraço

Los Angeles disse...

Igor,

Gostei muito. Escutar seus estudos é sempre ótimo. Se puder aumentar o volume...
Abraços.

Angeles

Braulio Fantini disse...

Muito bom ter achado o seu site... podcast para mim é novidade mas gostei muito de poder ouvir os estudos da palavra de D'US!

Shalon
Braulio e Rosiane

Maurílio disse...

Unidade composta ou trindade é ufanismo.
Shema Israel, o Eterno nosso D'us é UM.
Teologia criativa de uma mente maquiavél, oportunista e manipuladora, sem apôio bíblico, desconhecida dos pais da Igreja verdadeira.
Desculpe a interferência, continuo de admirando pela simplicidade e lucidez.
Shalom.

@igorpensar disse...

Maurílio,

Obrigado por sua participação. Mas, não entendi seu comentário, você poderia ser mais claro?

Abraços!

Maurilio disse...

Shalom,
Creio que me equivoquei no comentário ao ouvir novamente a mensagem, apesar de crer no q afirmo, pois a Teologia da unidade composta de Deus é princípio para a idolatria dentro do Cristianismo.

@igorpensar disse...

OK Maurílio,

Isso mesmo, foi o que pensei. Pois de fato não há na mensagem nada desta natureza. O tema é espiritualidade integral, não alguma coisa fora disso.

Por outro lado, estou preparando um texto sobre a trindade depois de um ano dedicado a revisitação desta doutrina central para a fé cristã, que é fundamentalmente monoteísta.

Abraços e volte sempre!

Jefferson disse...

Olá!
Fiquei muito grato ao Senhor quando ouvi as mensagens sobre espiritualidade integral,porque são coisas que sempre incomodaram meu espírito,não concordava quando ouvia que existe a "vida secular e a espiritual" ou "você tem que aprender a separar as coisas".Sabemos que entre a unção e a coroação existia a proclamação sobre a posse do novo rei,e acredito que não será somente em reuniões de culto que proclamaremos o reinado de Yeshua mas com ações práticas em nosso cotidiano,de forma integral.Acho que é isso!rsrs...
Grande abraço e obrigado !