11 de set de 2008 | By: @igorpensar

Um Toque de Clássico

Vejam esse maestro, e que música!  Impressionante como a relação dele com a música é sinestésica, a música se manifesta em 3D, ele a toca.  Por favor não chorem, para mim é emocionante ver essa cena!

Nada melhor do que Strauss: Till Eulenspiegels bem interpretado por Carlo Tenan para começar o dia.



4 comentários:

Ana Laura Dimas de Freitas disse...

Ei Igor! Que bom saber que você curte música erudita!!!
Isso é a paixão da alma italiana!É natural deles! Dá uma "googada" no Karajan, ou Sir Neville Mariner, são geniais, eu amo ouví-los e vê-los regendo, mas não tem essa explosão apaixonada. Veja também outros iltalianos e compare (Claudio Abbado por exemplo).
Ah, tem uma excessão que não é italiano,e que eu acho viceral também, super contagiante: Leonard Bernstein...totalmente apaixonado,ah,é claro...é judeu!!!
Shalom,

Ana Laura

Igor Miguel disse...

Olá Ana,

Obrigado por seu comentário. Ontem vi um vídeo do Bernstein que me emocionou. Fica aí a dica!

Abraços,
Igor

Hugo disse...

Kra, depois dizem que D-us não existe, música é inspiração Dele em tudo. Creio que para cada momento D-us escolhe uma música. até mesmo nos fins dos tempos. bjão meu cunhado

Igor Miguel disse...

Hugo, uma pessoa com um mínimo de sensibilidade tem que admitir a existência de Deus nas coisas belas e a música é uma destas coisas... A boa música, não ruído. O problema é que muito ruído tem sido chamado de música, o ruído afasta as pessoas de Deus, a boa música descortina a realidade e o belo de Deus... "E Ele viu que tudo era muito bom..."