17 de nov de 2009 | By: @igorpensar

Reformado? Emergente? Judaico?

Por Igor Miguel

Sei da pergunta inevitável, andam me mandando e-mails a respeito, sua pergunta é: que blog é esse? Reformado? Emergente? Judaico? Marxista? Liberal? Teológico? Educacional? O que você produz definitivamente neste blog?

Existem blogs que são explicitamente religiosos, pois assumem uma linguagem religiosa e um conteúdo de natureza explicitamente teológica. Porém, de forma alguma digo com isso que meu blog não seja de conteúdo teológico, ou que apresenta um conteúdo implícito, subliminar, neutro, ou coisa do gênero. De fato não! Não há um meta-discurso neste blog, há é um discurso claro, em linguagem clara, em termos que o mundo cultural compreenda.

Não há neutralidade religiosa, meu blog é explicitamente cultural, e religioso na medida em que pressupostos da minha visão de mundo iluminam ações reais em um mundo real.

Os conteúdos aqui são iluminados por uma filosofia judaico-cristã, cujos princípio filosóficos pré-modernos, iluminam minha atuação política, educacional, intelectual e cultural.

Onde localizo as fontes da minha cosmovisão? Primariamente nas Escrituras Sagradas, fonte de toda inspiração e revelação. Daí, derivam percepções e tradições interpretativas que iluminam sua prática. Recorro à tradição judaica, em específico, os ecos desta tradição na tradição talmúdica, midráshica e targumica. Para mim, ignorar os fundamentos judaicos do cristianismo é um anacronismo, o que não se traduz em "judeulatria" ou algum tipo de "etnocentrismo teológico", ao contrário, o cristianismo é enriquecido a partir desta perspectiva e há muita gente pensando sobre isso há alguns anos: James Parkes, Oscar Skarsaune, W.D. Davies e outros. Tradição que considero de fundamental importância.

Por outro lado, posso dizer que nos últimos 4 anos, tenho recebido boa influência da percepção de mundo neo-calvinista, sob os auspícios de Abraham Kuyper, Herman Dooyweerd, Nicholas Wolterstorff e outros. Esta é uma tradição que dialoga em muito com a ética judaica, principalmente aquelas traduzidas em termos modernos como Martin Buber, Franz Rosenzweing e Abraham Joschua Heschel, porém com um elemento importante, Jesus Cristo.

Não poderia deixar de mencionar, que há algo em específico, um tendência teológica latina que me apaixona toda vez que me aprofundo sobre o tema. Refiro-me a proposta exposta por Rene Padilla [excetuando sua dependência do materialismo-histórico] chamada: missão integral. Um conceito de que a evangelização está comprometida com um evangelho pleno, integral e expansivo, me apaixona, borbulha em meu coração. Qualquer tentativa de percepção do evangelho que o coloque na condição devida, no status que lhe cabe, me interessa.

Não acredito em revelação sem teologia e teologia sem tradição, lemos a Bíblia a partir do que já foi lido. E muita coisa dita "nova", brota de uma ação dialeticamente dirigida pelo Espírito a partir de determinada tradição. Estas são combinações que me interessam.

Enfim, todo conteúdo deste blog é orientado por uma tradição que se dividiu e deve se reconciliar. Por um lado a tradição cristã, que deve em muito a Agostinho, Calvino e Kuyper, por outro judaica, que deve em muito ao farisaísmo, hassidísmo, Buber, Rosenzweing and Heschel, e isto não é pós-moderno, é a delimitação devida a minha atuação como discípulo de Jesus Cristo, sabendo lidar com a tradição de forma dinâmica e aberta, até que cheguemos à unidade da fé. Até que a conversão do coração dos filhos aos pais e dos pais aos filhos, seja uma realidade.

9 comentários:

Ana Laura disse...

Muito bom !!!

Igor Miguel disse...

Obrigado!

Dan disse...

Igor, como eu faço pra falar com você? me manda um email por favor?

carlos disse...

Igor, Shalom meu amado irmão.Até que enfim descobri seu blog.Você nem vai se lembrar de mim,fui até Belo horizonte a 6 anos atrás num evento na sua Comunidade.Acompanho de vez enqando suas pregações.Gostaria de fazer uma pergunta,O que você acha da Teologia Sistemática? Um Abraço.

Igor Miguel disse...

Prezado Carlos, Shalom!

Penso que preciso de mais detalhes para me lembrar de vc. De qualquer forma é um prazer teclar contigo. Quanto a sua pergunta vamos lá!

A teologia sistemática responde a demanda do ocidente de uma organização lógica e cognoscível do pensamento teológico. Necessária e tornou-se uma tradição no cristianismo, de certa forma, necessária. Porém, ao lidarmos com a teologia sistemática, temos que tomar um pequeno cuidado. Imagine que a verdade teológica é um grande bolo de chocolate, não é comendo os ingredientes de cada vez que chegaremos a conclusão do que é um bolo de chocolate. Somente, os ingredientes integrados, misturados e preparados, podem dar um bolo de chocolate. Neste sentido, abordagens importantes, como a "teologia narrativa" http://en.wikipedia.org/wiki/Narrative_theology , podem oferecer alguma luz, pois consideram as verdades teológicas dentro de um todo complexo. Não tem todas as respostas, mas é relevante. Edgar Morin autor da teoria do pensamento complexo, tem lançado alguma luz na minha perspectiva de teologia. Porém, não compactuo com todos os pressupostos do movimento da "teologia narrativa" (teologia pós-liberal).

Pri Stofel disse...

Ei Igor, gostaria de trocar idéias com vc em particular, por e-mail talvez. No seminário de Intercessão na Jocum fiquei com algumas dúvidas.
Fiquei sabendo que vc vai estar na Jocum na quarta. Irei.
Abraços
Em Cristo

carlos disse...

Shalom Igor,estive na Festa dos Tabernáculos em 2003,na época morava em Jaguariuna,interior de São Paulo,hoje moro em Campinas,não importa se você lembre ou não.Agradeço sua resposta.Minha vontade é crescer na graça e no conhecimento,tenho tirado duvidas ouvindo mensagens,e lendo sobretudo a Palavra,com apoio de livros relevantes.Faço votos que o seu ministério prospere.Um sincero Shalom.

Dany disse...

Concordo! è bem por aí que penso e tenho tentado contribuir para o Reino de D-us.

A Coisa Principal disse...

Olá Igor Shalom! Infelizmente as pessoas gostam de rótulos e querem "etiquetar" ou categorizar, tipo, este é calvinista, este outro arminiano. Comigo acontece sempre e digo que sou parte da Igreja católica apóstolica, esta mesmo do Pr. Messias. Estou para sair do país na semana que vem e queria te ver antes disso, if possible email me, Blessings.
Carlos Rizzon
www.igrejaurbana.org