11 de fev de 2015 | By: @igorpensar

Uma dica a não-cristãos

Quero dizer algo a meus amigos que não confessam a mesma fé que eu. Você que não é cristão. Primeiramente quero te pedir desculpas por alguma impressão ruim que meus correligionários possam lhe ter causado. Admito, esporadicamente algumas pessoas que ostentam o nome "cristão" não fazem jus ao que isto significa. Quero dar uma justificativa: realmente tem gente que nós nos envergonhamos, eles maculam a imagem de Cristo e do cristianismo. Porém, gostaria que você pensasse brevemente sobre o motivo disto ocorrer. 

Tais pessoas nunca tiveram uma compreensão apropriada da mensagem, pessoa e obra de Jesus, na época de Jesus isto já acontecia. Havia uma multidão que permanecia perto dele, para desfrutar de possíveis benefícios que ele poderia conceder: milagres, curas e multiplicações. Porém, tinha um outro grupo, menor de fato, que estava ali pra aprender com Cristo, queria entender sua mensagem, e buscava algum tipo de sentido em seu discurso filosófico. E, por último, havia aqueles com um nível bem mais profundo de relacionamento, discípulos dentre os discípulos que simplesmente queriam amá-lo, queriam ancorar sua existência nele. Estes, são os verdadeiros cristãos, aqueles que fazem jus a este nome. 

Hoje em dia é a mesma coisa: tem gente que quer se beneficiar de Jesus e se dizem cristãos, é a turma dos adesivos em carros com frases ridículas sobre Jesus quase como um financiador de sonhos de consumo. Ainda tem aqueles que admiram a personalidade de Jesus, dizem ser ele um grande mestre, um iluminado, um anjo de luz ou um profeta revolucionário. E, finalmente, gente que se coloca como pecador, que se viu completamente desprovida de qualquer recurso espiritual, e implora ao Salvador a água e o pão vivo que só Ele pode oferecer. Gente, que simplesmente confia e descansa nele, que não se julga melhor do que ninguém, ao contrário, se vê como o pior dos pecadores, por isso vê em Cristo sua única escapatória. 

Então, ao se relacionar com um dos que se dizem cristãos, você amigo não-cristão, fique atento, ele pode ser um dos três, mas cristão mesmo é só o último. Você vai perceber, eles são real e agradavelmente diferentes. Se você não encontrá-los, posso lhe apresentar alguns, ou posso lhe apresentar a possibilidade de ser um deles.

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei." (Jesus Cristo).

1 comentários:

diromedes malta disse...

Encontrei reflexões profundas neste site. No mesmo nível do que costumo pensar quando paro para refletir sobre a vida.

Aceito a dica, mas é desnecessário desculpar-se porque existem ateus intolerantes, assim como cristãos, e isso nunca vai mudar.

Fica a reflexão, se os cristãos superficiais e aqueles que se dizem envolvidos com cristo mas não são, se eles são incentivados por ideias fomentadas pelo conjunto de ideias que é o cristianismo.

"Porque não és frio nem quente, porque és morno, estou a vomitar-te da minha boca" (Jesus)