26 de nov de 2015 | By: @igorpensar

Diamante na Latinha

Pense em um diamante guardado dentro de uma latinha de refrigerante, largado em um canto qualquer da rua. Por mais que você seja atento ou um bom observador, a riqueza que pode revolucionar sua vida, passará desapercebido. Talvez, você até segure a lata, escute o barulho do diamante, mas suporá que seja uma pequena pedra tão desprezível quanto a lata. Jamais saberá que tem um "Le Bijou du Roi" em seu interior. Você a desprezará entendiado.

Você só dará a atenção devida, se por algum razão, você for informado que naquela lata em particular foi depositado um diamante precioso. Neste momento, você não verá a lata como mera lata, mas como um objeto honrado, e escolhido discreta e intencionalmente para depositar tamanha preciosidade.

O cristianismo sustenta-se em um enigma curioso. Deus depositou sua maior preciosidade, seu Filho Unigênito, para quem o Universo foi criado dentro de um corpo frágil, humano, de um judeu galileu, que viveu até seus 33 anos de idade.

Naquele corpo violentado na cruz, habitou a maior riqueza do universo, toda plenitude, tudo que os homens sempre desejaram. Lá, no escândalo do corpo crucificado, estava a única coisa digna de se sacrificar, de morrer e viver, lá estava Ele, uma fonte de sentido inesgotável. Mas, ainda em um corpo frágil, escondido em um recipiente ordinário, amassado, descascando sua tinta, e aparentemente tão descartável.

Deus depositou sua glória no corpo de Cristo, pois seu conteúdo só poderia ser compreendido por iluminação. Somente os que dão ouvido ao Espírito que fala pelas Escrituras pode vislumbrar tão inestimável depósito. Claro, ainda não vemos a glória deste diamante em todo seu resplendor, mas basta-nos um pequeno brilho, para inferirmos que ali reside um incrível tesouro. O que fazemos? Trocamos esta mísera vida, por este precioso tesouro. Não é possível outra resposta!

Foi isso que Jesus nos ensinou: "O Reino dos céus é como um tesouro escondido num campo. Certo homem, tendo-o encontrado, escondeu-o de novo e, então, cheio de alegria, foi, vendeu tudo o que tinha e comprou aquele campo." (Jesus -- Evangelho de Mateus 13:44).

0 comentários: