22 de jan de 2015 | By: @igorpensar

Católicos Evangelicais e Tridentinos

De acordo com o estudioso católico George Weigel o grande esforço da Igreja Católica Romana, principalmente, a partir do Papa Leão XIII é enfatizar a associação catolicidade e evangelicalidade. Outrora, em resposta à reforma protestante, a partir de Trento, a ICAR quis afirmar sua unidade por uma ardorosa defesa de suas fontes de autoridade (Escritura, Tradição e Magistério). Entretanto, esta ênfase, segundo alega Weigel, fez com que o cristianismo em seu formato católico perdesse força e relevância em uma Europa crescentemente pós-cristã e secularizada. Curiosamente, em nossos dias (inclusive no Brasil) há um movimento dentro da ICAR que é o recente número de jovens católicos que apreciam justamente o formato clássico de catolicismo (pré-Vaticano II), a turma gosta de rito tridentino (missa em latim, sacerdote de costas etc) veja aqui: http://oglobo.globo.com/…/missas-em-latim-com-padre-de-cost…. Já conversei com amigos por aqui, que meu desconforto com este movimento é que ele vai na contramão de uma série de esforços no sentido de dar uma ênfase em uma catolicidade que se constitui em sua evangelicalidade. Penso em Vaticano II, documentos como Dei Verbum, Verbum Domini, Lumen Gentium, Evangelii Gaudium e a Nova Evangelização. Esses jovens que apreciam Trento e a liturgia tridentina são em sua maioria aderentes de uma cosmovisão conservadora (amam G.K. Chesterton, Russel Kirk e Roger Scruton), isto tem seu lugar. Porém, fico pensando, até que ponto isto não é uma modinha contraproducente. O livro de Weigel é fundamental pra entender uma outra via que a tradição católica oferece, e que eu, como protestante aprecio: Jesus Cristo precisa voltar a ser (re)enfatizado como o núcleo da catolicidade. Aos irmãos evangélicos mais anticatólicos, minhas desculpas, mas tenho profundo interesse no diálogo com católicos. Em um mundo secularizado, não vejo outra opção.

Referência bibliográfica: http://www.amazon.com/Evangelical-Catholicism…/…/ref=sr_1_1…

0 comentários: