9 de jan de 2015 | By: @igorpensar

Kuyper e Islã

"O fato é que o poder político do Islã foi prejudicado pela superioridade europeia. Não há sinais de mudança neste sentido. No entanto, o Islã mantém plenamente o seu poder espiritual e resiste a todas as tentativas de mudança neste sentido. Ao contrário, ele goza de certa expansão gradual graças a sua energia dinâmica e, ao movimento pan-islamista. Por causa de seu método de penetração pacífica, o Islã é deixado quieto em si mesmo, precisamente porque se percebe que internamente ele é invencível. A declaração de guerra santa, ou jihad, poderia causar um banho de sangue simultâneo e em diversos lugares, mas isso não seria capaz de devolver a soberania sobre o mundo para o Islã. Mas, mesmo que o Islã, de agora, não tenha nenhuma chance de dominação mundial, ele nunca abandonará este ideal. O caráter terreno deste ideal colocou sua marca em todos os seus adeptos." (Abraham Kuyper, 24 de dezembro de 1907 em Mystery of Islam, tradução nossa).

0 comentários: