27 de mar de 2015 | By: @igorpensar

Domingo de Ramos

De acordo com o calendário cristão, o próximo domingo (dia 29), o que antecede a páscoa, é o Domingo de Ramos.  Neste dia rememora-se a entrada triunfal de Jesus montado em jumento em Jerusalém (Mc 11:1-11).  Peregrinação rumo a sua paixão e crucificação.

Jerusalém está cheia de peregrinos, a Páscoa Judaica é uma das festas de peregrinação (Dt 16:16).  Jesus é recebido com o Salmo 118, o salmo de romagem entoado aos peregrinos  que passavam pelos portões de Jerusalém.   Um salmo cantado pela realeza, sacerdotes, levitas e todo o povo (v.1-4).  Um cântico responsivo.

O salmo e a entrada triunfal de Jesus em um jumento formam um quadro harmônico, uma performance do drama messiânico com trilha sonora.  O rei retorna de suas batalhas, escapa de seus inimigos  por muito pouco: "Todas as nações me cercaram, mas eu as destruí em nome do Senhor" (Sl 118:11). Sim, o Rei quase sucumbiu, afinal, "empurraram-lhe com força para derrubá-lo" (v.13).  Mas, ouviu-se o brado messiânico: "não morrerei; pelo contrário, viverei e anunciarei as obras do Senhor" (v. 17).  É verdade, ele foi castigado e ferido (Is 53), como bradou aos porteiros da cidade “O Senhor me castigou duramente, mas não me entregou à morte” (v.18), ele ressuscitou, ou melhor, ressuscitaria!  

Diante dos portões, brada o Ungido: “Abri as portas da justiça para mim, para que eu entre por elas e renda graças ao Senhor.” (v.19), os porteiros respondem: “Esta é a porta do Senhor; os justos entrarão por ela” (v.20), Jesus acertou a senha! 

Os portões se abriram e desta forma entrou “a pedra angular” (v.22), no “dia que o Senhor fez” (v.24).  Já dentro da cidade, é dito ao Rei Messias: “ana Adonai, hoshiah na” (Oh Senhor, salva-nos!), o famoso “hosana!”.  Sim, abençoam os sacerdotes ao Rei Messias: “Bendito o que vem em nome do Senhor! Nós vos abençoamos da casa do Senhor.” (v.26).

Assim, fazem um tapete de vestes e ramos, pois foi dito: “preparai a festa com ramos até as pontas do altar” (v.27).  Quão grande salvação! (v.21), por isso, repete-se o início do cântico (v.1): “Rendei graças ao Senhor, pois ele é bom; seu amor dura para sempre!” (v.29).

0 comentários: