24 de set de 2010 | By: @igorpensar

Mês da Reforma Protestante


IGREJA ESPERANÇA – MÊS DA REFORMA PROTESTANTE

Os Cinco ‘Solas’ do Cristianismo

O mundo contemporâneo trouxe uma crise para o cristianismo. Muitas pessoas deixam as igrejas cristãs, cansados ou com medo, e optam por uma vida de secularismo, ou por uma espiritualidade sem vínculos religiosos. Muitos dizem que a igreja complica as coisas.

Mas essa crise também parece ser uma oportunidade. Pois muitas pessoas estão redescobrindo o poder e a simplicidade do evangelho cristão, como aconteceu há mais de quinhentos anos na Reforma Protestante.

Sola Gratia, Sola Fide, Solo Christus, Sola Scriptura, Soli Deo Gloria: os cinco ‘somentes’ do Cristianismo. É tempo de redescobrir a simplicidade da Fé Cristã; é tempo de vivenciar o poder transformador do Evangelho.


PROGRAMA

Aos Domingos, 18h, na Igreja Esperança (Entrada Franca)

Av. Pedro II, 2744 - Caiçara - Belo Horizonte
Informações: 2532-8962

03/10 – Sola Gratia (Somente a Graça): Igor Miguel

10/10 – Sola Fide (Somente a Fé): Guilherme de Carvalho

17/10 – Solo Christus (Somente Cristo): Rodolfo Amorim

24/10 – Sola Scriptura (Somente a Escritura): Igor Miguel

30/10 - Filme: Lutero

31/10 – Soli Deo Gloriae (A Deus somente a Glória): Guilherme de Carvalho

11 comentários:

Metushelach Ben Levy disse...

Igor,

Primeiramente gostaria de agradecer pela forma que você compartilhou sua história, e o carinho com que responde aos comentários, Bendito seja o Eterno por te fazer assim.
Estou ansioso por ver o que vocês estão preparando para estes cinco dias, como não tenho como ir para BH gostaria que vocês de alguma forma documentassem estas palestras para a posteridade, seja You Tube, audio, cd para venda ou etc... mas não deixem de eternizar estes profundos dons.

Fique na Shalom do Mashiach.

Anônimo disse...

É um anacronismo pensar a reforma como um movimento evangélico nos moldes atuais. Sou historiador e pensar a reforma como um movimento intencional é um erro. A Reforma Protestante é uma construção histórica e em nenhum momento visava criar um novo movimento. Lutero foi excomungado e em nenhum momento objetivou sua saída da igreja de Roma. Pense!

@igorpensar disse...

Olá Levy,

Obrigado por seus comentários, eu aprendi a acolher a diversidade teológica, não tenho problemas com diálogo, pois é honestamente uma abertura bilateral para o crescimento mútuo, não é a afirmação pura e simplesmente. Entende?

Anônimo,

Por que seu tom apologético? Isto não passa de um convite, não há um tom teológico nele.

Volte sempre!

Anônimo disse...

Não há nada de apologético em minhas palavras e sim uma "revolta" profissional quando religiosos leigos se apropriam, muitas das vezes inconscientemente mas sem legitimidade, de fatos da história para dar um tom afirmativo em seus eventos subestimando o conhecimento histórico sobre tais eventos.Quando postei meu comentário tive o objetivo de pensar o assunto sob outro ângulo como seu blog sugere (pensar...). E apesar de ser apenas um convite uma imagem ou texto pode muito em seus efeitos! Pense...

Leo disse...

Fui ao primeiro Encontro da Fé Reformada aqui em no RS, Porto Alegre, tive o prazer de ouvir Augustus Nicodemos sobre o Dilema Histórico Crítico de interpretação, foi uma benção...graças ao Eterno, tem gente consciente da porcaria que tem saído por aí afora das faculdades de teologia que relativizam de forma liberal a inerrância das Escrituras...foi alívio de alma ouvir alguém como o Augustus, até mais ver Igor, continue assim, incentivando o que é bom pro Corpo...

Leo(o homem da erva madrugada...rsrsrs)

Anônimo disse...

Igor, é lamentável ler o que vc tem escrito, acho que não entendeu nada do que lhe foi ensinado onde você foi acolhido como filho e incentivado a crescer profissional e espiritualmente. CUIDADO, "a soberba leva à ruina e a altivez de espirito à queda"(Pv 16:18). Igor, o livre arbítrio é uma realidade, sua vida tem sido pontuada pelas suas escolhas. Se o evangelho é simples, que linguagem empolada é esta que vc tem usado? "O que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a JUSTIÇA, e ames a MISERICORDIA e andes HUMILDEMENTE com o teu Deus."(mq 6:8). Espero que esse comentário esteja no seu blog, ou vc so coloca comentarios que satisfazem seu ego ou nao aceita criticas como vc mesmo tem feito ao lugar de onde saiu? É vergonhoso seu comportamento...

@igorpensar disse...

Olá sr. anônimo,

Sei quem é você, igual seu parente que teve por aqui, escreves como ele. Te conheço por alguns anos...

Tudo bem? Obrigado pela honestidade de suas palavras, mas, naturalmente tenho que me posicionar quanto a suas palavras.

Não, não censuro comentários, mas certamente, os comento logo em seguida. Não censuro comentários, da mesma forma como você se censura em seu anonimato. Que vergonha...

Quanto a prática da justiça, o que pensas? Que ela é um meio? Não lestes Gálatas na vida? Ora, se não é óbvio nos escritos paulinos, que sob inspiração de Deus, assevera a suficiência da graça divina em conduzir seus eleitos até a vida eterna. Não lestes Efésios? Lá o Apóstolo (no cap. 2) deixa claro que a salvação é obra exclusiva da graça divina, e lá, o mesmo emissário aos gentios, asseveras que as obras são EFEITO e não CAUSA da salvação. Do contrário, cairemos na velha heresia judaizante, ou pelagianista, se assim desejares.

Fui acolhido como filho? Não. Fui acolhido como profissional, como alguém que prestava um serviço, e ai de mim, se fosse incompetente no que fazia. O filho rapidinho se tornaria descartável, eu tenho alguma vivência para afirmar isto, mas tudo bem.

Tudo que fiz, o fiz por graça divina, por capacidade advinda dos céus. Tudo que fiz, fiz com toda competência, não devendo nada a ninguém. Não tenho qualquer dívida moral, profissional, ou de outra natureza, não devo nada a ninguém, estudei em uma universidade pública, meu mestrado é em uma universidade pública, paguei meu supletivo com meu salário digno, com muito trabalho. Aprendi idiomas com o dinheiro do meu trabalho. Não devo nada a ninguém... e este discurso de dívida é fruto de um paternalismo patético, que remete as manipulações jesuítas da era colonial.

Eu não devo nada! Tudo que devo, devo a Cristo. Seu discurso é de alguém que ainda não entendeu a suficiência da graça e senhorio de Cristo, antes se gloria em suas próprias obras, se afirma sobre elas, como eu fazia, mas, graças ao Senhor, a esmagadora cruz me atingiu em cheio. E te dou todo direito de me acusar, de me pisar, ou até mesmo me caluniar, mas faça com competência, pois quando eu estiver em ruínas, Jesus se erguerá em glória e não haverá espaço nem pra mim e nem pra você, somente para Ele.

Volte sempre, volte às primeiras obras...

Somente a Deus a Glória!

mila disse...

"COMO CRISTÃOS DEVEMOS OLHAR PARA CRISTO DIARIAMENTE, POIS ELE PRODUZIRÁ SEUS FRUTOS POR MEIO DE NÓS.
A VERDADEIRA ESPIRITUALIDADE SIGNIFICA O SENHORIO DE CRISTO SOBRE O HOMEM T O D O"

Dani Farnandes disse...

Amigo parabéns por sua desenvoltura para tratar de assuntos tão importantes de uma forma tão esclarecedora!

Ivan Vasconi disse...

Olá a poderosa Graça de DEUS a todos vocês, meu nome é Ivan e adoraria visitar a Igreja de vocês, como faço?
meu E-mail é: vasconi_ivan@live.com
o mesmo do meu Face!
Desde já os agradeço pelo carinho e atenção voltados ao meu cometário!
A Paz!

@igorpensar disse...

Olá Ivan,

Informe-se a respeito de nossa comunidade de fé em www.igrejaesperanca.org.br

Abraços!
Igor